dataPolicy

Com restrições

1446 record(s)

 

Type of resources

Available actions

INSPIRE themes

Provided by

Years

Formats

Representation types

Update frequencies

Status

Service types

Scale

Resolution

geoDescCode

cartografia

geographicCoverage

geographicCoverageDesc

inspirecore

referenceDateRange

denominatorRange

resolutionRange

dataPolicy

openServiceType

dataType

dataFormat

From 1 - 10 / 1446
  • A Carta dos Espaços Florestais é uma cartografia temática que pretende caracterizar os terrenos ocupados por povoamentos florestais de proteção e de produção. Esta carta foi produzida a partir do conhecimento técnico dos serviços municipais e com base na interpretação visual de imagens aéreas ortorrectificadas. A informação cartográfica da Carta dos Espaços Florestais encontra-se em formato vectorial.

  • Contém os Eixos das Vias de Comunicação do Tráfego Rodoviário, tais como a Rede Fundamental, Complementar, Municipal, de Utilização Limitada e Florestal do Concelho de Sever do Vouga.

  • Ortofotomapas à escala 1:2000 a cor com resolução 10 cm.

  • Os acidentes topográficos da Cartografia vectorial à escala 1:10 000 para o Concelho de Aveiro, disponibilizam informação de Dunas, Areias, Limite Superior De Escarpado (Natural ou Artificial), Limite Inferior De Escarpado (Natural ou Artificial), Aterro/Desaterro e Socalco . A codificação dos elementos é feita através de código de 8 dígitos identificador do domínio, subdomínio, família e objecto do Catálogo de Objectos da cartografia à escala 1:10 000. Não é adequado para cadastro.

  • A Carta Hidrográfica do Concelho de Redondo foi realizada com base na hidrografia do Concelho de Redondo, fazendo-se uma selecção dos cursos de água e albufeiras mais importantes do Concelho.

  • Altimetria corresponde à informação tridimensional, descritiva do relevo e de todos os aspetos topográficos considerados relevantes a 3 dimensões. Neste domínio da altimetria incluem-se as Curvas de Nível, os Pontos Cotados e outros elementos como escarpados, taludes e socalcos. A informação (3D e 2D) encontra-se em formato vectorial, estruturada, multicodificada e caracterizada de acordo com o estabelecido nas normas técnicas, seus anexos e catálogo de objectos da DGT, para a escala 1:10 000.

  • A série M888, é a principal produção do IGeoE e a única cobertura completa do território continental na escala 1:25 000. Compreende um total de 632 folhas sendo uma carta particularmente rica em informação desta natureza. Razão pela qual tem sido até hoje utilizada como base para inúmeros projectos de natureza nacional e regional. A informação relativa à rede de transportes incluí as redes rodoviária e ferroviária, podendo incluir também, a pedido do cliente, as entidades com elas relacionadas (p.e. Construções e afins) e ainda informação cadastral diversa (p.e. Sentido do tráfego, obstáculos ao movimento, dimensões, capacidade e traficabilidade das vias, etc.). Garantindo as ligações entre as redes e nas próprias redes (integridade) possibilita-se deste modo a utilização de variadas aplicações e ferramentas (análise de redes, sistemas de navegação, etc.). Para mais informações contactar para o seguinte e-mail: igeoe@igeoe.pt

  • Toda a actividade exercida pelo IGeoE é decorrente da missão que lhe está superiormente atribuída. A Nato na prossecução de objectivos comuns, não só no âmbito militar mas também noutras áreas, ao dispôr de um vasto suporte científico e tecnológico dado pelos países que a integram, reconhece as vantagens da adopção de um sistema de georeferenciação único. Foram então dadas indicações aos países membros através da directiva AD-80 (Allied Command Europe Directive 80) para se passar a utilizar o sistema de georeferenciação WGS84, sugerindo adicionalmente a criação de programas de conversão para toda a cartografia existente.

  • Toda a actividade exercida pelo IGeoE é decorrente da missão que lhe está superiormente atribuída. A Nato na prossecução de objectivos comuns, não só no âmbito militar mas também noutras áreas, ao dispôr de um vasto suporte científico e tecnológico dado pelos países que a integram, reconhece as vantagens da adopção de um sistema de georeferenciação único. Foram então dadas indicações aos países membros através da directiva AD-80 (Allied Command Europe Directive 80) para se passar a utilizar o sistema de georeferenciação WGS84, sugerindo adicionalmente a criação de programas de conversão para toda a cartografia existente.

  • O reportório toponímico da série M782, na escala 1:50 000, encontra-se disponível ao público em ficheiros 2D, nos quais a informação está directamente relacionada com a denominação das entidades geográficas representadas, em que o canto inferior esquerdo da caixa dos topónimos indica a localização da entidade geográfica, ou no caso dos vértices geodésicos o ponto central inferior da referida caixa. Sendo esta série obtida por generalização cartográfica da série M888, da qual é originário este reportório, também este é extremamente rico em informação.