Creation year

2013

30 record(s)

 

Type of resources

Available actions

INSPIRE themes

Provided by

Years

Formats

Representation types

Update frequencies

Status

Scale

Resolution

geoDescCode

cartografia

geographicCoverage

geographicCoverageDesc

inspirecore

referenceDateRange

denominatorRange

resolutionRange

dataPolicy

openServiceType

dataType

dataFormat

From 1 - 10 / 30
  • Vértices da área de concessão do Recurso Hidromineral da Região Autónoma dos Açores (RAA). Dados da responsabilidade da Direção Regional competente em matéria de Recursos Geológicos.

  • Cartografia Topográfica da AUGI Norte de Olhos de Água à escala 1:2000. Freguesia da Quinta do Anjo, Concelho de Palmela.

  • Circuitos de manutenção da cidade de Portalegre construídos com base na cartografia de referência à escala 1:2000 da Câmara Municipal de Portalegre, elaborada em 2006 e homologada em 2008, com indicação expressa das direções a percorrer, dos obstáculos a ultrapassar e resorivas descrições

  • A Carta de Depósitos Minerais da Região Norte inclui um total de 800 depósitos - minerais metálicos, minerais não metálicos e rochas industriais concessíveis - na sua maior parte fruto da orogenia Varisca. Trata-se do sector do país com maior número e variedade de tipos de mineralizações conhecidas. Tais depósitos compreendem desde simples ocorrências até jazigos de grande dimensão. No grupo dos minerais metálicos estão representadas mineralizações de: antimónio, arsénio, berílio, bismuto, chumbo, cobre, crómio, estanho, ferro, lítio, manganês, molibdénio, níquel, ouro, prata, tântalo/nióbio, titânio, tungsténio (volframite), tungsténio (scheelite), urânio e zinco. O grupo dos minerais não metálicos e das rochas industriais concessíveis inclui: barita, caulino, areias cauliníferas, carvões (metamorfizados), talco, amianto (asbesto), grafite, flúor (fluorite), quartzo e feldspato. Ao nível da representação, em cada depósito mineral podem ser observados diversos elementos: para além do nome do depósito mineral e do número atribuído, cada substância surge representada por uma cor; quanto à dimensão, para além das ocorrências, os jazigos/jazidas estão classificados em pequenos, médios e grandes, com símbolos de dimensões apropriadas; relativamente à morfologia, os depósitos minerais surgem classificados em vários tipos: bolsada, brecha, chaminé, disseminação, estratiforme, estratóide, filoniano, irregular, lenticular, massa, outro, stockwork e zona de cisalhamento, representados por um símbolo próprio e incluem a respetiva direção quando conhecida; ao nível da caraterização genética, a classificação está subdividida em 2 grandes grupos: depósitos minerais metálicos; depósitos minerais não metálicos e de rochas industriais concessíveis, para um total de duas dezenas de tipos genéticos base.

  • Captações das águas de nascente da ilha de São Miguel. Dados da responsabilidade da Direção Regional competente em matéria de Recursos Geológicos.

  • Áreas licenciadas das explorações de massas minerais da Região Autónoma dos Açores (RAA). Dados da responsabilidade da Direção Regional competente em matéria de Recursos Geológicos.

  • Perímetros de Proteção dos Recursos Hidrominerais da ilha de São Miguel.

  • Altitude do concelho de Guimarães, em formato vectorial, à escala 1:10 000. A informação encontra-se estruturada em 3D e 2D e é composta por: curvas de nível, com equidistância de 5 metros e por pontos cotados.

  • Cartografia Topográfica de Imagem homologada: Zonas urbanas dos concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha