denominatorRange

01_100000

188 record(s)

 

Type of resources

Available actions

INSPIRE themes

Provided by

Years

Formats

Representation types

Update frequencies

Status

Scale

geoDescCode

cartografia

geographicCoverage

geographicCoverageDesc

inspirecore

referenceDateRange

denominatorRange

resolutionRange

dataPolicy

openServiceType

dataType

dataFormat

From 1 - 10 / 188
  • A carta de Portugal na escala 1:200 000 (série M585), é composta por oito folhas, que abarcam a totalidade do território de Portugal continental. Cada uma dessa folhas abrange uma área de 160 km x 160 km. Esta carta possui indicações administrativas e itenerárias, tendo sido iniciada em 1969. Nesta série figuram temas como a rede viária (rodoviária e ferroviária), a hidrografia, os limites administrativos, a toponímia e diversos. Este último contempla entidades como curvas de nível, edificado, aeroportos, linhas de alta tensão, entre outros. O sistema de referência é o Datum Lisboa e o sistema de projecção é definido a partir da Projecção de Gauss-krüger, com origem das coordenadas rectangulares no Ponto Central ( Latitude: 39º 40’ 00’’ N, Longitude: 08º 07’ 54’’,862 W). As coordenadas geográficas estão indicadas em intervalos de 1 minuto. Em sobrecarga azul está indicada a pseudoquadrícula decaquilométrica UTM-RE50. Na margem figuram indicações das divisões e subdivisões do sistema UTM. A impressão da carta é feita a 9 cores e encontra-se disponível em formato analógico e raster.

  • As linhas de base retas foram estabelecidas pelo Decreto-Lei n.º 47771, de 27 de Junho de 1967, tendo sido posteriormente redifinidas pelo Decreto-Lei n.º 495/85 de 29 de novembro (https://goo.gl/s0rwjx).

  • This layer provides geographic information related to the polymetallic nodules distribution in the Azores, based on the International Seabed Authority organisation.

  • This dataset contains the isobaths extracted from the coastal or approach nautical charts - scale 1:150000: charts 24201 to 24206 - from Caminha to the mouth of the Guadiana river. The isobathymetric lines represented at this scale are: 0, 10, 20, 30, 50, 100, 200, 500, 1000, 2000, 3000 and 4000m.

  • Undersea feature names - Portugal mainland and Azores archipelago.

  • The atlas of breeding birds in Portugal provide information about distribution at certain moment in breeding species in mainland Portugal. In the cases where it is possible also characterize the abundance of national populations of these species. In the present CDG, the data relate only to marine and coastal birds.

  • A série 1501A, na escala 1:250 000, inicialmente de acesso restrito encontra-se actualmente disponível ao público. Também aqui a informação relativa à rede hidrográfica incluí todas as grandes massas de água, principais cursos de água e algumas áreas que ainda são incorporadas nesta classificação para esta série específica. Esta cumpre a especificação (NATO) MIL-J-89100 (requisitos para a “Defense Mapping Agency's (DMA) 1:250,000 Scale Joint Operations Graphics Series 1501 Air”).

  • A série M586, compreende um total de 8 folhas contendo uma quantidade ainda significativa de informação hidrográfica. A informação relativa à rede hidrográfica incluí todas as grandes massas de água, principais cursos de água e algumas áreas que ainda são incorporadas nesta classificação para esta escala.

  • The trough geomorphic feature layer represents the spatial extent of the troughs of the Azores region, based on the SRTM30 plus v7 data.

  • Carta geológica editada em formato frente e versos, incluindo a seguinte informação: Frente da Carta: Geologia 1:400 000; Corte Geológico 1:400 000 (escala horizontal); Legenda Geológica; Localização dos principais Afloramentos; Ocorrências e Recursos Minerais (localizados no mapa e em listagem numa Tabela); 346 Sondagens (captação de água, poços e algumas sondagens mineiras). A base topográfica foi desenhada expressamente para esta edição (Base Topográfica LNEG-IICT, 2011), a partir de cartografia na escala 1/50 000 (72 folhas editadas entre 1953 e 1966). Foi atualizada para 2013 sobretudo no referente à redistribuição da população e à reconfiguração da rede viária, face a alterações profundas que marcaram o país durante a guerra (1963-1974) e após a independência. Inclui estradas, caminhos, povoações, rede hidrográfica, planos de água (vendus e lagoas), toponímia, altimetria (pontos cotados e curvas de nível). O litoral tem continuidade com a plataforma continental, sendo apresentada a batimetria, facilitando a perceção do delta correspondente ao Arquipélago Bijagós. No verso da Carta: 346 “logs” de sondagens e poços, com a profundidade de captação de água e com a interpretação da sequência atravessada (litologia / estratigrafia); Extrato de Imagem de satélite, incluindo grande parte do litoral do país, para visualização do transporte sedimentar no Delta dos Bijagós e na foz do rio Geba; Esboço geomorfológico e texto explicativo sobre a geomorfologia e morfologia do território; Corte Geológico da bacia mesocenozóica, com texto explicativo e Coluna Litostratigráfica tal como seguida em pesquisa de hidrocarbonetos; Carta hipsométrica; Mapa Administrativo do país (regiões, sectores e cidades); Mapa com a Divisão Cartográfica; Bibliografia, geral e sectorial (geologia, cartografia, hidrogeologia, recursos minerais, etc.); Lista de autores e colaboradores; Fotos de afloramentos.