From 1 - 10 / 45
  • Poços Geotérmicos da Ilha de São Miguel. Dados produzidos no âmbito da elaboração do Plano Regional da Água (PRA) dos Açores, publicado através do Decreto Legislativo Regional n.º 19/2003/A, de 23 de Abril, com actualizações da Sociedade Geotérmica dos Açores, S.A. (SOGEO). Os dados geográficos do PRA foram obtidos através da recolha e processamento de um significativo conjunto de informação georeferenciada, incluindo elementos e bases cartográficas à escala 1: 25 000 provenientes do IGeoE e do Plano Regional do Ordenamento do Território dos Açores (PROTA).

  • Cartografia vetorial produzida no âmbito da elaboração do Plano Regional de Ordenamento do Território para a Região Autónoma dos Açores (PROTA).

  • A georeferenciação dos faróis do Arquipélago dos Açores consistiu na vetorização dos elementos de sinalização marítima constantes dos Planos de Ordenamento da Orla Costeira e foi apoiada pela fotointerpretação com recurso aos ortofotomapas produzidos pela Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, à escala 1:5 000 para as ilhas dos grupos oriental e central e as ortoimagens obtidas a partir de imagens de satélite à mesma escala para o grupo ocidental, para além da identificação da simbologia de faróis e rádiofaróis na Carta Militar de Portugal, série M889, edição de 2000, produzida à escala de 1:25 000 para as nove ilhas. A sinalização marítima compreende os faróis, farolins, marcas e outros dispositivos destinados a permitir que a navegação e manobra das embarcações se realizem nas devidas condições de segurança (art.º 1.º do DL N.º594/73).

  • Cartografia vetorial produzida à escala 1: 25 000 no âmbito da elaboração do Plano Regional da Água (PRA) dos Açores, publicado através do Decreto Legislativo Regional n.º 19/2003/A, de 23 de Abril. Os dados geográficos do PRA foram obtidos através da recolha e processamento de um significativo conjunto de informação georeferenciada, incluindo elementos e bases cartográficas provenientes do IGeoE e do Plano Regional do Ordenamento do Território dos Açores (PROTA).

  • A presente informação foi produzida no âmbito do Projeto GEOAVALIA - Prospeção e Avaliação de Recursos Minerais dos Açores inserido no âmbito da execução de Contrato-Programa celebrado entre a ARENA – Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma dos Açores, a Secretaria Regional da Economia/Direcção Regional do Comércio, Indústria e Energia (SRE/DRCIE) e a Secretaria Regional do Ambiente e do Mar/Direcção Regional do Ordenamento do Território e Recursos Hídricos (SRAM/DROTRH).

  • Depósitos de Combustíveis da Região Autónoma dos Açores. Cartografia vetorial produzida à escala 1: 25 000 no âmbito da elaboração do Plano Regional da Água (PRA) dos Açores, publicado através do Decreto Legislativo Regional n.º 19/2003/A, de 23 de Abril. Os dados geográficos do PRA foram obtidos através da recolha e processamento de um significativo conjunto de informação georeferenciada, incluindo elementos e bases cartográficas provenientes do IGeoE e do Plano Regional do Ordenamento do Território dos Açores (PROTA).

  • Limites de via da ilha do Corvo desenhados com base em diversas fontes (câmaras municipais, empresas de utilities, serviços de mapa web) e atualizados através de levantamentos de campo em julho de 2011. Trabalho efetuado pela empresa Cybermap.

  • Centrais Elétricas da Região Autónoma dos Açores. Cartografia vetorial produzida à escala 1: 5 000 tendo como base o catálogo de centrais elétricas da Região Autónoma dos Açores disponível no sítio da internet do Museu da Electricidade. A vetorização da localização das centrais teve por base a observação da localização das centrais elétricas com recurso aos ortofomapas produzidos à escala 1:5000 e ao SIGEndA (Sistema de Informação Geográfica dos Endereços dos Açores). A informação serve de apoio aos trabalhos desenvolvidos internamente.

  • A delimitação das áreas de jurisdição portuária abrange as áreas marítimas e terrestres, fundeadouros e ancoradouros exteriores de franquia e comércio. A Rede de Portos dos Açores é administrada pela Portos dos Açores, SGPS, S.A. A delimitação das áreas de jurisdição foi aprovada pelo Decreto Legislativo Regional n.º 24/2011/A, de 22 de Agosto.

  • As IBAs Marinhas consideradas neste conjunto de dados geográficos (CDG) dizem somente respeito aos sítios localizados em áreas marinhas, sendo apresentados os respetivos nome e códigos. As áreas marinhas foram classificadas em 2008 pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), como resultado do projeto LIFE "IBAs Marinhas". Estas áreas refletem as áreas mais usadas em águas internacionais ou em territórios pertencentes a outros países, por aves marinhas, para alimentação, descanso, migração e outros comportamentos que indicam a importância destas áreas.