From 1 - 10 / 779
  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente.Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente.Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vetorial à escala 1:10 000 do continente. Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente. Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente.Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente. Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente.Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos. Esta folha abrange zonas dos concelhos de Anadia, Cantanhede e Oliveira do Bairro.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente.Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos. Esta folha abrange zonas dos concelhos de Águeda, Tondela, Anadia e Mortágua.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente. Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos. Esta folha abrange uma zona do concelho de Caldas da Rainha.

  • Cartografia topográfica em formato vectorial à escala 1:10 000 do continente. Para a elaboração desta série foram construidos dois modelos, o Modelo Numérico Topográfico (MNT) que é fundamentalmente vocacionado para utilizadores que pretendam construir um SIG. Deste modelo é derivado o Modelo Numérico Cartográfico (MNC) por aplicação das convenções cartográficas. O Modelo Numérico Altimétrico é um subconjunto do MNT para a informação altimétrica contendo informação do relevo, materializada pela rede de triângulos (TIN), ou em grelha no modo ASCII. A informação associada ao MNT encontra-se multicodificada e estruturada segundo os domínios seguintes: rede geodésica, limites, relevo, altimetria (2D e 3D), construções, estruturas de transporte e abastecimento, áreas de lazer e recreio, vias de comunicação, áreas agricolas e florestais, hidrografia (2D e 3D), áreas diversas e áreas industriais. A codificação é feita através de códigos de 8 digitos identificando domínio, sub-domínio, Familia e Objecto, que definem cada tipo de elemento univocamente no catálogo de objectos.