From 1 - 10 / 21
  • Base Cartográfica vectorial à escala 1:1000 da Zona Central do Concelho de Vale de Cambra.

  • Base Cartográfica vectorial à escala 1:10000 do Concelho de Vale de Cambra

  • O Loteamento Industrial insere-se de acordo com o Plano de Pormenor da Zona Industrial da Calvela em área urbanizada de indústria e armazéns. Tem como finalidade. disciplinar a ocupação e uso do solo da área abrangida pela operação de loteamento da Calvela, em Vale de Cambra, inserido, no Plano de Pormenor da Zona Industrial da Calvela.

  • A operação de loteamento do Rossio – 4ª fase, elaborada no âmbito do D.L. nº 555/99, de 16 de Dezembro, alterado pelo D.L. nº 177/2001, de 4 de Junho. Loteamento Inscrito na Conservatória do Registo Predial de Vale de Cambra n.º 4527/20120612. Tem como finalidade, disciplinar a ocupação e uso do solo da área de intervenção e define com detalhe a forma e ordenamento do espaço público e privado e as regras de gestão urbanística a aplicar. A área de intervenção insere-se de acordo com o PDM em solo urbano de indústria e armazéns, tipo A – zonas industriais. Credito: Câmara Municipal de Vale de Cambra, Deolinda da Conceição de Almeida, Manuel Oliveira Teixeira

  • Base Cartográfica vectorial à escala 1:1000 do centro urbano de Santa Cruz das Freguesias de Macieira de Cambra e Rôge do Concelho de Vale de Cambra.

  • Base Cartográfica vectorial à escala 1:1000 dos centros urbanos das Freguesias de Arões, Cepelos, Junqueira, Rôge e Vila Cova de Perrinho do Concelho de Vale de Cambra.

  • Loteamento da Zona Industrial Lordelo – Codal, elaborado no âmbito do D.L. nº 555/99 de 16 de Dezembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 60/2007 e Decreto-Lei nº 380/1999 de 22 de Setembro, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei nº 316/2007 de 19 de Setembro, abrange a área delimitada e assinalada na Planta Síntese à escala 1:1000. Este loteamento tem como objectivo definir o ordenamento do espaço público e privado e as regras de gestão urbanísticas a aplicar.

  • Planta Aerofotogramétrica à escala 1:1000 da Zona Central do Concelho de Vale de Cambra, composta por 19 plantas

  • A operação de loteamento do Rossio – 3ª fase, elaborada no âmbito do D.L. nº 555/99, de 16 de Dezembro, alterado pelo D.L. nº 177/2001, de 4 de Junho. Loteamento Inscrito na Conservatória do Registo Predial de Vale de Cambra n.º 3802/2010072, Omisso na Matriz. Tem como finalidade disciplinar a ocupação e uso do solo da área de intervenção e define com detalhe a forma e ordenamento do espaço público e privado e as regras de gestão urbanística a aplicar. A área de intervenção insere-se de acordo com o PDM em solo urbano de indústria e armazéns, tipo A – zonas industriais. Credito: Câmara Municipal de Vale de Cambra, JPM - Automatismos Industriais, SA, Fernando Coelho Ferreira

  • O Plano de Pormenor da Rua das Flores abrange a área assinalada na planta de zonamento e que é delimitada a norte pela Rua do Dr. Domingos de Almeida Brandão, a sul com a Rua Gabriel Pinho da Cruz, a nascente com a Rua das Flores e a poente com a Rua do Fundo da Gandra. Constituem objectivos do Plano de Pormenor da Rua das Flores: a) O ordenamento e a consolidação do espaço urbano central; b) O redesenho dos perfis transversais das estruturas espaciais envolventes; c) Integrar o Santuário na área envolvente.